PHP Velho Oeste 2024

Executando instruções

Instruções podem ser executadas com mysqli::query(), mysqli::real_query() e mysqli::multi_query(). A função mysqli::query() é a mais comum, e combina a instrução em execução com uma busca em buffer de seu conjunto de resultados, se houver, em uma chamada. Chamar mysqli::query() é idêntico a chamar mysqli::real_query() seguido de mysqli::store_result().

Exemplo #1 Executando consultas

<?php

mysqli_report
(MYSQLI_REPORT_ERROR | MYSQLI_REPORT_STRICT);
$mysqli = new mysqli("example.com", "user", "password", "database");

$mysqli->query("DROP TABLE IF EXISTS test");
$mysqli->query("CREATE TABLE test(id INT)");

Conjunto de resultados com buffer

Depois da execução da instrução, os resultados podem ser recebidos de uma vez ou lidos linha a linha do servidor. O buffer do conjunto de resultados do lado do cliente permite ao servidor liberar recursos associados com os resultados da instrução da forma mais antecipada possível. Em geral, clientes são consumidores lentos dos resultados. Portanto, é recomendado usar conjuntos de resultados com buffer. mysqli::query() combina buffer de execução de instrução e de conjunto de resultados.

As aplicações PHP podem navegar livremente através de resultados em buffer. A navegação é rápida porque os conjuntos de resultados são mantidos na memória do cliente. Tenha em mente que muitas vezes é mais fácil escalar por cliente do que escalar por servidor.

Exemplo #2 Navegando através de resultados em buffer

<?php

mysqli_report
(MYSQLI_REPORT_ERROR | MYSQLI_REPORT_STRICT);
$mysqli = new mysqli("example.com", "user", "password", "database");

$mysqli->query("DROP TABLE IF EXISTS test");
$mysqli->query("CREATE TABLE test(id INT)");
$mysqli->query("INSERT INTO test(id) VALUES (1), (2), (3)");

$result = $mysqli->query("SELECT id FROM test ORDER BY id ASC");

echo
"Ordem reversa...\n";
for (
$row_no = $result->num_rows - 1; $row_no >= 0; $row_no--) {
$result->data_seek($row_no);
$row = $result->fetch_assoc();
echo
" id = " . $row['id'] . "\n";
}

echo
"Ordem do conjunto de resultados...\n";
foreach (
$result as $row) {
echo
" id = " . $row['id'] . "\n";
}

O exemplo acima produzirá:

Ordem reversa...
 id = 3
 id = 2
 id = 1
Ordem do conjunto de resultados...
 id = 1
 id = 2
 id = 3

Conjuntos de resultado sem buffer

Se a memória do cliente é um recurso escasso e liberar recursos do servidor tão cedo quanto possível para manter a carga baixa não seja necessário, resultados sem buffer podem ser usados. Navegar por resultados sem buffer não é possível enquanto os dados não tenham sido completamente lidos.

Exemplo #3 Navegando através de resultados sem buffer

<?php

$mysqli
->real_query("SELECT id FROM test ORDER BY id ASC");
$result = $mysqli->use_result();

echo
"Ordem do conjunto de resultados...\n";
foreach (
$result as $row) {
echo
" id = " . $row['id'] . "\n";
}

Tipos de dados dos valores do conjunto de resultados

As funções mysqli::query(), mysqli::real_query() e mysqli::multi_query() são usadas para executar instruções não preparadas. No nível do protocolo cliente-servidor do MySQL, o comando COM_QUERY e o protocolo de texto são usados para execução de instrução. Com o protocolo de texto, o servidor MySQL converte todos os dados de um resultado em strings antes do envio. Esta conversão é feita independente do tipo de dados da coluna do resultado SQL. As bibliotecas do cliente mysql recebem todos os valores de colunas como strings. Nenhuma conversão adicional do lado do cliente é feita para retornar as colunas a seus tipos nativos. Ao invés disso, todos os valores são fornecidos como strings PHP.

Exemplo #4 Protocolo de texto retorna strings por padrão

<?php

mysqli_report
(MYSQLI_REPORT_ERROR | MYSQLI_REPORT_STRICT);
$mysqli = new mysqli("example.com", "user", "password", "database");

$mysqli->query("DROP TABLE IF EXISTS test");
$mysqli->query("CREATE TABLE test(id INT, label CHAR(1))");
$mysqli->query("INSERT INTO test(id, label) VALUES (1, 'a')");

$result = $mysqli->query("SELECT id, label FROM test WHERE id = 1");
$row = $result->fetch_assoc();

printf("id = %s (%s)\n", $row['id'], gettype($row['id']));
printf("label = %s (%s)\n", $row['label'], gettype($row['label']));

O exemplo acima produzirá:

id = 1 (string)
label = a (string)

É possível converter colunas de inteiros e floats de volta para números PHP configurando a opção de conexão MYSQLI_OPT_INT_AND_FLOAT_NATIVE, se a biblioteca mysqlnd estiver sendo usada. Se configurada, a biblioteca mysqlnd irá verificar os tipos de coluna nos metadados do conjunto de resultados e converter colunas SQL para números PHP, se a faixa de valores do tipo de dado PHP permitir. Desta forma, por exemplo, colunas INT do SQL são retornadas como inteiros.

Exemplo #5 Tipos de dados nativos com mysqlnd e opção de conexão

<?php

mysqli_report
(MYSQLI_REPORT_ERROR | MYSQLI_REPORT_STRICT);

$mysqli = new mysqli();
$mysqli->options(MYSQLI_OPT_INT_AND_FLOAT_NATIVE, 1);
$mysqli->real_connect("example.com", "user", "password", "database");

$mysqli->query("DROP TABLE IF EXISTS test");
$mysqli->query("CREATE TABLE test(id INT, label CHAR(1))");
$mysqli->query("INSERT INTO test(id, label) VALUES (1, 'a')");

$result = $mysqli->query("SELECT id, label FROM test WHERE id = 1");
$row = $result->fetch_assoc();

printf("id = %s (%s)\n", $row['id'], gettype($row['id']));
printf("label = %s (%s)\n", $row['label'], gettype($row['label']));

O exemplo acima produzirá:

id = 1 (integer)
label = a (string)

Veja também

add a note

User Contributed Notes

There are no user contributed notes for this page.
To Top