debug_zval_dump

(PHP 4 >= 4.2.0, PHP 5, PHP 7, PHP 8)

debug_zval_dumpExibe a representação de um interno zend value

Descrição

debug_zval_dump ( mixed $variable ) : void

Exibe a representação de um interno zend value.

Parâmetros

variable

A variável a ser avaliada.

Valor Retornado

Não há valor retornado.

Exemplos

Exemplo #1 Exemplo da debug_zval_dump()

<?php
$var1 
'Hello World';
$var2 '';

$var2 =& $var1;

debug_zval_dump(&$var1);
?>

O exemplo acima irá imprimir:

&string(11) "Hello World" refcount(3)

Nota: Cuidado com o refcount

O valor refcount retornado por esta função não é óbvio em certas circunstâncias. Por exemplo, um desenvolvedor espera que o exemplo acima indique um refcount de 2. A terceira referência é criada quando debug_zval_dump() é chamada.

Este comportamento ocorre quando uma variável não passada para debug_zval_dump() por referência. Para ilustrar, veja a pequena modificação do exemplo acima:

<?php
$var1 
'Hello World';
$var2 '';

$var2 =& $var1;

debug_zval_dump($var1); // not passed by reference, this time
?>

O exemplo acima irá imprimir:

string(11) "Hello World" refcount(1)

Por quê refcount(1)? Por causa da cópia da $var1 ser feita, quando a função é chamada.

Esta função se torna muita confusa quando uma variável com um refcount de 1 é passado (por cópia/valor):

<?php
$var1 
'Hello World';

debug_zval_dump($var1);
?>

O exemplo acima irá imprimir:

string(11) "Hello World" refcount(2)

O refcount de 2, aqui, é extremamente não óbvio. Especialmente considerando os exemplos acima. Então o quê acontece?

Quando uma variável tem uma única referência (com faz $var1 antes de ser usada como um argumento para debug_zval_dump()), a engine do PHP otimiza em que ela é passada para uma função. Internalmente, PHP trata $var1 como uma referência (em que o refcount é aumentado para o escopo desta função), com um aviso que se passado referência pode ser reescrito para, um cópia feita, mas somente no momento de escrita. Isto é conhecido como "cópia na escrita."

Então, se debug_zval_dump() precisa escrever para o único parãmetro (e ele não faz), então uma cópia pode ser feita. Desde então, a referência para o parâmetro é mantida, fazendo com que o refcount seja incrementado para 2 para o escopo da chamada da função.

Veja Também

add a note add a note

User Contributed Notes 1 note

up
1
Hayley Watson
1 year ago
If you're finding the interpretation of refcount confusing, the Xdebug extension offers a function similar to this one, but because the variable name is passed as a string, xdebug_debug_zval() doesn't scribble on the refcount with its own references to the zval.
To Top