Interfaces de Objetos

Interfaces de objetos permitem a criação de códigos que especificam quais métodos uma classe deve implementar, sem definir como esses métodos serão implementados. Interfaces compartilham o namespace com classes e traits, então eles não podem usar os mesmos nomes.

Interfaces são definidas da mesma forma que classes, mas com a palavra-chave interface substituindo class e com nenhum dos métodos tendo seu conteúdo definido.

Todos os métodos declarados em uma interface devem ser públicos, essa é a natureza de uma interface.

Na prática, interfaces servem a dois propósitos distintos:

  • Elas permitem os desenvolvedores de criar objetos de classes diferentes que podem ser substituídos dado que eles implementam a mesma ou as mesmas interfaces. Um exemplo seriam os serviços variados de acesso a banco de dados, vários sistemas de pagamentos, ou estratégias de cache. Implementações diferentes podem ser substituídas sem requerer modificações nos códigos que as usam.
  • Para permitir que uma função ou método aceite e opere em um parâmetro que se molda a uma interface, ao mesmo tempo que não se importa como a funcionalidade é implementada. Estas interfaces são conhecidas como Iterable, Cacheable, Renderable, e assim por diante, e descrevem o comportamento significativo.

Interfaces podem definir métodos mágicos para exigir que as classes implementantes também implementem esses métodos.

Nota:

Apesar de possível, incluir construtores em interfaces é altamente desencorajado. Fazer isso reduz significativamente a flexibilidade do objeto implementante da interface. Além disso, construtores não são verificados pelas regras de herança, o que pode causar comportamentos inconsistentes ou inesperados.

implements

Para implementar uma interface, o operador implements é utilizado. Todos os métodos na interface devem ser implementados na classe; não fazê-lo resultará em um erro fatal. Classes podem implementar mais de uma interface se assim for desejado, separando cada interface com uma vírgula.

Aviso

Uma classe que implemente uma interface pode utilizar um nome diferente para seus parâmetros, em relação à interface. Entretanto, o PHP 8.0 suporta argumentos nomeados, ou seja, chamadores podem usar os nomes de parâmetros conforme definidos na interface implementada. Por essa razão, é altamente recomendado que desenvolvedores utilizem os mesmos nomes de parâmetros que da interface implementada.

Nota:

Interfaces podem ser estendidas como as classes, usando o operador extends.

Nota:

A classe que implementa a interface precisa declarar todos os métodos da interface com uma assinatura compatível. Uma classe pode implementar várias interfaces que declarem um método com o mesmo nome. Neste caso, a implementação precisa seguir as regras de compatibilidade de assinaturas de todas as interfaces. É possível assim aplicar covariância e contravariância.

Constantes

É possível ter constantes em interfaces. Constantes de interfaces funcionam exatamente como constantes de classes, com exceção de não podem ser sobrescritas por uma classe/interface herdeira.

Exemplos

Exemplo #1 Exemplo de Interface

<?php

// Declara a interface 'Template'
interface Template
{
public function
setVariable($name, $var);
public function
getHtml($template);
}

// Implementa a interface
// Exemplo correto
class WorkingTemplate implements Template
{
private
$vars = [];

public function
setVariable($name, $var)
{
$this->vars[$name] = $var;
}

public function
getHtml($template)
{
foreach(
$this->vars as $name => $value) {
$template = str_replace('{' . $name . '}', $value, $template);
}

return
$template;
}
}

// Exemplo incorreto
// Fatal error: Class BadTemplate contains 1 abstract methods
// and must therefore be declared abstract (Template::getHtml)
class BadTemplate implements Template
{
private
$vars = [];

public function
setVariable($name, $var)
{
$this->vars[$name] = $var;
}
}
?>

Exemplo #2 Interfaces estendíveis

<?php
interface A
{
public function
foo();
}

interface
B extends A
{
public function
baz(Baz $baz);
}

// This will work
class C implements B
{
public function
foo()
{
}

public function
baz(Baz $baz)
{
}
}

// Isso não funcionará, e gerará um erro fatal
class D implements B
{
public function
foo()
{
}

public function
baz(Foo $foo)
{
}
}
?>

Exemplo #3 Compatibilidade de variância com interfaces múltiplas

<?php
class Foo {}
class
Bar extends Foo {}

interface
A {
public function
myfunc(Foo $arg): Foo;
}

interface
B {
public function
myfunc(Bar $arg): Bar;
}

class
MyClass implements A, B
{
public function
myfunc(Foo $arg): Bar
{
return new
Bar();
}
}
?>

Exemplo #4 Herança de várias interfaces

<?php
interface A
{
public function
foo();
}

interface
B
{
public function
bar();
}

interface
C extends A, B
{
public function
baz();
}

class
D implements C
{
public function
foo()
{
}

public function
bar()
{
}

public function
baz()
{
}
}
?>

Exemplo #5 Interfaces com constantes

<?php
interface A
{
const
B = 'Constante de interface';
}

// Imprime: Constante de interface
echo A::B;


class
B implements A
{
const
B = 'Constante de classe';
}

// Imprime: Constante de classe
// Anteriormente ao PHP 8.1.0 isto não funcionaria porque não era possível
// sobrescrever constantes.
echo B::B;
?>

Exemplo #6 Interfaces with abstract classes

<?php
interface A
{
public function
foo(string $s): string;

public function
bar(int $i): int;
}

// Uma classe abstrata pode implementar apenas uma parte da interface.
// Classes que extendam a classe abstrata precisam implementar o resto.
abstract class B implements A
{
public function
foo(string $s): string
{
return
$s . PHP_EOL;
}
}

class
C extends B
{
public function
bar(int $i): int
{
return
$i * 2;
}
}
?>

Exemplo #7 Extendendo e implementando ao mesmo tempo

<?php

class One
{
/* ... */
}

interface
Usable
{
/* ... */
}

interface
Updatable
{
/* ... */
}

// A ordem de palavras chave aqui é importante. 'extends' precisa aprecer primeiro.
class Two extends One implements Usable, Updatable
{
/* ... */
}
?>

Uma interface, juntamente com a declaração de tipo, fornecem uma boa maneira de garantir que um objeto em particular possua determinados métodos. Veja o operador instanceof e declaração de tipo.

add a note

User Contributed Notes 4 notes

up
30
thanhn2001 at gmail dot com
13 years ago
PHP prevents interface a contant to be overridden by a class/interface that DIRECTLY inherits it. However, further inheritance allows it. That means that interface constants are not final as mentioned in a previous comment. Is this a bug or a feature?

<?php

interface a
{
const
b = 'Interface constant';
}

// Prints: Interface constant
echo a::b;

class
b implements a
{
}

// This works!!!
class c extends b
{
const
b = 'Class constant';
}

echo
c::b;
?>
up
16
vcnbianchi
2 years ago
Just as all interface methods are public, all interface methods are abstract as well.
up
6
williebegoode at att dot net
9 years ago
In their book on Design Patterns, Erich Gamma and his associates (AKA: "The Gang of Four") use the term "interface" and "abstract class" interchangeably. In working with PHP and design patterns, the interface, while clearly a "contract" of what to include in an implementation is also a helpful guide for both re-use and making changes. As long as the implemented changes follow the interface (whether it is an interface or abstract class with abstract methods), large complex programs can be safely updated without having to re-code an entire program or module.

In PHP coding with object interfaces (as a keyword) and "interfaces" in the more general context of use that includes both object interfaces and abstract classes, the purpose of "loose binding" (loosely bound objects) for ease of change and re-use is a helpful way to think about both uses of the term "interface." The focus shifts from "contractual" to "loose binding" for the purpose of cooperative development and re-use.
up
0
xedin dot unknown at gmail dot com
2 years ago
This page says that if extending multiple interfaces with the same methods, the signature must be compatible. But this is not all there is to it: the order of `extends` matters. This is a known issue, and while it is disputable whether or not it is a bug, one should be aware of it, and code interfaces with this in mind.

https://bugs.php.net/bug.php?id=67270
https://bugs.php.net/bug.php?id=76361
https://bugs.php.net/bug.php?id=80785
To Top