PHP 8.1.28 Released!

oci_new_connect

(PHP 5, PHP 7, PHP 8, PECL OCI8 >= 1.1.0)

oci_new_connectConnect to the Oracle server using a unique connection

Descrição

oci_new_connect(
    string $username,
    string $password,
    ?string $connection_string = null,
    string $encoding = "",
    int $session_mode = OCI_DEFAULT
): resource|false

Establishes a new connection to an Oracle server and logs on.

Unlike oci_connect() and oci_pconnect(), oci_new_connect() does not cache connections and will always return a brand-new freshly opened connection handle. This is useful if your application needs transactional isolation between two sets of queries.

Parâmetros

username

The Oracle user name.

password

The password for username.

connection_string

Contém a instância do Oracle à qual se conectar. Pode ser uma » string Easy Connect ou um Connect Name do arquivo tnsnames.ora ou o nome de uma instância local do Oracle.

Se não especificado ou null, o PHP usará variáveis de ambiente como TWO_TASK (no Linux) ou LOCAL (no Windows) e ORACLE_SID para determinar a instância do Oracle à qual se conectar.

Para usar o método de nomenclatura Easy Connect, o PHP precisa ter sido compilado com as bibliotecas Oracle Client 10g ou superiores. A string Easy Connect para o Oracle 10g tem o formato: [//]nome_do_servidor[:porta][/nome_do_servico]. A partir do Oracle 11g a sintaxe é: [//]nome_do_servidor[:porta][/nome_do_servico][:tipo_de_servidor][/nome_da_instancia]. Outras opções foram introduzidas com o Oracle 19c, incluindo as configurações de timeout e keep-alive. Consulte a documentação do Oracle. Os nomes dos serviços podem ser encontrados executando o utilitário Oracle lsnrctl status na máquina do servidor de banco de dados.

O arquivo tnsnames.ora pode estar no caminho de pesquisa Oracle Net, que inclui /seu/caminho/para/instantclient/network/admin, $ORACLE_HOME/network/admin e /etc. Como alternativa, defina TNS_ADMIN para que $TNS_ADMIN/tnsnames.ora possa ser lido. Certifique-se de que o servidor web tem acesso de leitura ao arquivo.

encoding

Determina o conjunto de caracteres usado pelas bibliotecas Oracle Client. O conjunto de caracteres não precisa corresponder ao conjunto de caracteres usado pelo banco de dados. Se não corresponderem, o Oracle fará o possível para converter os dados de e para o conjunto de caracteres do banco de dados. Dependendo dos conjuntos de caracteres, isso pode não fornecer resultados utilizáveis. A conversão também adiciona alguma sobrecarga de tempo.

Se não for especificado, as bibliotecas Oracle Client determinam um conjunto de caracteres a partir da variável de ambiente NLS_LANG.

Passar este parâmetro pode reduzir o tempo necessário para conectar.

session_mode

Este parâmetro está disponível a partir do PHP 5 (PECL OCI8 1.1) e aceita os seguintes valores: OCI_DEFAULT, OCI_SYSOPER e OCI_SYSDBA. Se OCI_SYSOPER ou OCI_SYSDBA forem especificadas, esta função tentará estabelecer uma conexão privilegiada usando credenciais externas. Conexões privilegiadas estão desabilitadas por padrão. Para habilitá-las é preciso configurar oci8.privileged_connect para On.

O PHP 5.3 (PECL OCI8 1.3.4) introduziu o valor de modo OCI_CRED_EXT. Ele informa ao Oracle para usar autenticação External ou OS, que deve ser configurada no banco de dados. A flag OCI_CRED_EXT só pode ser usada com o usuário "/" e uma senha vazia. oci8.privileged_connect pode ser On ou Off.

OCI_CRED_EXT pode ser combinado com os modos OCI_SYSOPER ou OCI_SYSDBA.

OCI_CRED_EXT não é suportado no Windows por razões de segurança.

Valor Retornado

Returns a connection identifier or false on error.

Registro de Alterações

Versão Descrição
8.0.0, PECL OCI8 3.0.0 connection_string is now nullable.

Exemplos

The following demonstrates how you can separate connections.

Exemplo #1 oci_new_connect() example

<?php

// create table mytab (mycol number);

function query($name, $c)
{
echo
"Querying $name\n";
$s = oci_parse($c, "select * from mytab");
oci_execute($s, OCI_NO_AUTO_COMMIT);
$row = oci_fetch_array($s, OCI_ASSOC);
if (!
$row) {
echo
"No rows\n";
} else {
do {
foreach (
$row as $item)
echo
$item . " ";
echo
"\n";
} while ((
$row = oci_fetch_array($s, OCI_ASSOC)) != false);
}
}

$c1 = oci_connect("hr", "welcome", "localhost/orcl");
$c2 = oci_new_connect("hr", "welcome", "localhost/orcl");

$s = oci_parse($c1, "insert into mytab values(1234)");
oci_execute($s, OCI_NO_AUTO_COMMIT);

query("basic connection", $c1);
query("new connection", $c2);
oci_commit($c1);
query("new connection after commit", $c2);

// Output is:
// Querying basic connection
// 1234
// Querying new connection
// No rows
// Querying new connection after commit
// 1234

?>

See oci_connect() for further examples of parameter usage.

Veja Também

add a note

User Contributed Notes

There are no user contributed notes for this page.
To Top